sexta-feira, junho 30, 2006

Teresinha2


Hoje já falaste.
Não te lembras do que fizeste. A tua irmã não te avivou a memória.
Quiseste ver a tua mãe e a Tété.
Estás muito nervosa, parece que já estás a voltar à normalidade.
Adoro-te mas fica uma mágoa enorme porque já é a tua 4ª. tentativa. Porque não te tratas?
A tua filhota farta-se de chorar ás escondidas. Não queres que os teus filhos sejam felizes?
Não chega de os magoares?
Beijinhos






Trabalho de Isabel Filipe.

3 comentários:

Snail disse...

Não te conheço Teresinha, por isso nada te posso pedir. Mas em em nome dos teus filhos, apenas por eles, vê se te recompões e pensa nisto: um dia mais tarde, muitos dias passados de hoje, vais-te rir dos teus disparates e agradeceres a quem (como a Luh) te chamaram à razão.
Acredito que hoje, repito, hoje, isto te pareça sem sentido, mas a Vida dá muitas voltas, tal como os alcatruzes da nora: se agora estás em baixo, lá no bem no fundo, um dia voltarás acima, às vezes bem mais cedo do que julgas.
É preciso só que, até lá, não faças nada irreparável.
Um bj grande

Snail disse...

Porque é que o meu comentário anterior não ficou registado???

Luh disse...

Ficou sim. E ela já está em casa dos pais...