quarta-feira, dezembro 21, 2005

Traz outro amigo também

Dedico este poema de Zeca Afonso, a todos que vierem por bem

Amigo

Maior que o pensamento
Por essa estrada amigo vem
Não percas tempo que o vento
É meu amigo também

Em terras
Em todas as fronteiras
Seja benvindo quem vier por bem
Se alguém houver que não queira
Trá-lo contigo também

Aqueles
Aqueles que ficaram
(Em toda a parte todo o mundo tem)
Em sonhos me visitaram
Traz outro amigo também

José Afonso

3 comentários:

Henrique Santos disse...

Trazido pelo vento,
que é nosso amigo também,
aqui estou meu amigo,
amigo do tempo do vento,
do vento da esperança!

Olha, deu-me para responder assim, desculpa-me se não gostaste, Ricky

mixtu disse...

ao grande zeca...

CB disse...

Lu, um bjo de uma amiga cheia de admiração por ti. C